terça-feira, março 27, 2012

Como Funciona o Sistema do Hábito Consumista

   É impressionante ver no que a classe dominante do mundo conseguiu nos transformar, através de diversos métodos eles conseguem criar e satisfazer os desejos e impulsos do consumo nos indivíduos e assim eles desviam nossas atenções e nossos interesses para coisas fúteis e egoístas, manipulam e domesticam o império das massas populares mantendo-as num estado de letargia e falsa felicidade, parece ficção mas é realidade. Você mesmo pode ver que somos estimulados pelas novidades da moda, tendências, eletrônicos, entretenimentos, etc. Afinal, nenhum de nós quer parecer antiquado e ultrapassado, somos obrigados a nos adaptar.

   A extração é a primeira etapa disso tudo aonde são cortado as árvores e arrebentado as montanhas para extrais os metais, danificando a água e exterminado os animais. Você acha que você é dono dos recursos naturais de sua nação, por exemplo a Amazonas? Não, o governo negocia e autoriza que outras nações façam demasiadamente essas extrações, e o que você ganha com isso? Você fica sem alternativas é obrigado a migrar, pois sem recursos você não consegue viver, você terá que se deslocar fora de seu ambiente e ir para grandes cidade e buscar um emprego. Você sai do seu sistema natural e é forçado servir de mão de obra do sistema.

   Após a extração das matérias primas é preciso processá-las para elaboração dos produtos, na produção se utiliza energia para misturar químicos tóxicos com os recursos naturais e assim obter o produto final, certo! Grande é a poluição nessa etapa e também a variedade de químicos sintéticos utilizada nessa etapa, e seu uso é muito perigoso para o impacto da saúde da população em geral, sem falar dos trabalhadores desse setor que sofrem com o contato diário com esses químicos em fábricas. Muito dos países mudam as fábricas poluidoras para o estrangeiro assim poluem outros países.

   No final desse processo vem logo a distribuição, é aonde todo esse “lixo contaminado” com toxinas é vendido o mais rápido o possível para isso eles mantém os preços baixos para haver constante movimento de mercado. É interessante ver como conseguem vender os produtos com preços que parecem não valorizar os esforços das etapas de extração, produção e transporte. O exemplo que é usado sempre nesse caso é que um rádinho á pilha com custo de cinco reais não reflete seus reais custos operacionais, talvez seu metal possa ter sido extraído da China ou do Brasil mesmo, petróleo provavelmente do Iraque, o plástico da China e a montagem talvez por uma criança de 15 anos da China também. Quem paga tudo isso, para que esse custo seja baixo é nós mesmos, nós sustentamos e apoiamos o sistema em todas suas etapas.

   Amigos, nós estamos no mundo dos consumidores, nosso valor é avaliado pelo quanto contribuímos para esse sistema, quanto mais temos poder aquisitivo para comprar mais estamos dentro da legalidade da sociedade que os dominantes querem. A meta e principal objetivo dele é manter os produtos circulando, você comprando e isso não aconteceu do nada foi tudo planejado é só olhar a história, aqui no Blog temos uma postagem que mostra um pouco como surgiu essa idéia chama-se “Controlando a Mente da Massa” Isso foi introduzido após a 2ª guerra mundial onde foi estudado uma forma de impulsionar a economia. Uma das idéias quem teve foi Edward Bernays que disse “A nossa enorme economia produtiva exige que façamos do consumo nossa forma de vida, que tornemos a compra e uso de bens em rituais, que procuremos a nossa satisfação espiritual, a satisfação do nosso ego, no consumo. Precisamos que as coisas sejam consumidas, destruídas, substituídas e descartadas a um ritmo cada vez maior" E então foi aonde começou, e a produção de bens de consumo passou a ser um dos principais objetivos das classes dominantes.

   A idéia foi tomando forma e começaram a criar produtos feitos de modo que sejam inúteis tão rápidos o possível para serem descartados rapidamente, e para ajudar introduziram designes evolutivos que eram mudados a cada época, fazendo com que todos saibam se você tem um produto antigo ou novo. Um exemplo é seu próprio computador, ele tem um processador, e se você for trocar esse processador que é o equipamento no computador que mais evolui, ele não se encaixa na sua placa mãe antiga, isso faz com que você tenha que trocar quase todas as peças para se atualizar, por causa somente de seu processador que evoluiu, sabendo que esse tipo de tecnologia evolui muito rápido.

   A mídia tem um envolvimento muito importante nesse processo todo, o papel dela é mostrar que você está desatualizado com a evolução da modernidade, moda, tecnologia, tendência e entretenimento. Mostra que seu celular, seus eletrônicos, seu carro e suas roupas já estão ultrapassados e tudo se resolve se você for ás compras, sempre com produtos facilidade de compra. Além disso a mídia ajuda a esconder todo o processo desse sistema, a extração a produção e envio para o lixo acontecem fora de nosso alcance de visão, mostra que está tudo certo, não tem nada errado, e se está errado a culpa é sempre sua.

   Pesquisas mostram que a felicidade das pessoas tem se declinado cada vez mais, e o pico de felicidade foi nas décadas de 50 justamente na época em que a febre consumista estava começando a existir. Isso tem acontecido claramente porque temos mais coisas, porém menos tempo para fazer o que realmente nos fazem felizes, amigos, família e tempo livre. 


   Estamos trabalhando cada vez mais ficando assim cada vez mais ocupados e com menos tempo, e o tempo que sobra usamos para assistir televisão e fazer compras, admite?! E nesse processo de trabalhar, assistir televisão e fazer compras nos mostra o quanto estamos alienados, se continuarmos assim teremos que ter dois empregos para manter tudo isso.

   Com todo esse consumo o que resta é o lixo, pesquisas mostram que quase tudo que compramos vira lixo antes de completar seis meses, pois nossas casas não tem espaço para tanta novidade de produto, e para onde vai todo esse lixo? Aterro ou incineração, o que produz a substância mais tóxica que o homem criou, a dioxina. Muitos falam em alternativas para parar com todo esse processo, e a tempos que existe a reciclagem, porém ela tem mostrado não ter se encaixado muito bem na sociedade, tem se mostrado não se suficiente bastante.

   Como podemos ver esse sistema foi criado de propósito pelo homem, foi uma solução para a impulsionar a economia, porém é um sistema em crise do clima ao decréscimo da felicidade. Dentre algumas soluções que surgem a sustentabilidade em todas etapas é uma delas. 

WJorge.

   Deixo em aberto para opinião dos leitores, quem sabe surge um pensamento novo. Vamos agora mostrar um vídeo que de maneira geral mostra como parte desse sistema funciona. Esse vídeo inspirou quase todo assunto e texto aqui no Blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário